Imprensa

Valor Econômico
Valor Econômico Pulicado em 05 de jul 2021

Distribuidores de tecnologia estimam alta de 13,4% no faturamento em 2021

Valor Ecônomico destaca que, neste ano de 2021, os canais de distribuição do setor pretendem faturar R$ 28 bilhões

05/07/2021 18:18:30

Reportagem publicada pelo Valor Ecônomico, assinada pela jornalista Daniela Braun, apresenta os dados do Estudo Setorial e do Censo das Revendas, realizados pela IT Data para a Abradisti em 2021. Os números foram o destaque durante o 11º Encontro Anual Abradisti, realizado on-line em 1º de julho.

A matéria afirma que, de acordo com os estudos realizados pela IT Data para a Associação, a demanda por equipamentos para home office e pela digitalização dos negócios – durante a pandemia – teve reflexo de um avanço de 13% no faturamento das distribuidoras brasileiras de equipamentos e serviços de tecnologia e comunicações (TIC), que somou R$ 24,7 bilhões em 2020. A chamada no site do jornal destaca ainda que os canais de distribuição do setor pretendem faturar R$ 28 bilhões neste ano.

Segundo a publicação, em 2020, o volume de pessoas empregadas pelo setor, incluindo terceirizados, cresceu 4%, para 10,1 mil pessoas. Entre os pesquisados, 67% disseram que farão novas contratações, este ano, diante do aumento
na demanda por produtos e serviços. Já considerando somente os 42 associados da Abradisti, a perspectiva para este ano é de aumento de 17% no faturamento, para R$ 20 bilhões.

A jornalista acrescenta também que as vendas de equipamentos (hardware) representaram 55,2% da receita dos distribuidores membros da Abradisti, em 2020, ante 53,9% no ano anterior. No comparativo do mesmo período, a parcela de vendas de software caiu de 9,4% para 7,9%. O segmento de automação comercial, terceira maior fonte de receita do setor, também perdeu participação no faturamento dos associados, de 6%, em 2019, para 4%, em 2020.

“Foi um reflexo direto do fechamento dos setores de comércio e serviços na pandemia”, diz ao Valor Ivair Rodrigues, diretor de estudos de mercado da IT Data.

Censo das Revendas

Sobre os resultados do Censo das Revendas, realizado com 1.294 empresas (que possuem de um a 300 funcionários), o jornal destaca que o aumento de 23,7% nas vendas on-line, em 2020, sustentou a alta de 6,2% no faturamento das revendas na comparação com 2019.

Mariano Gordinho, Presidente-Executivo da Abradisti, diz que revendas especializadas estão incomodando grandes varejistas. “O lojista virtual de tecnologia tem mais disponibilidade de componentes e é ágil na entrega”, afirma.

A jornalista finaliza o texto ressaltando a expectativa das empresas para a volta ao escritório, ainda que no modelo de trabalho híbrido, a projeção de faturamento das revendas em 2021 é de aumento de 14,4%, sustentado por canais on-line e prestação de serviços.

Acesse a reportagem completa no link abaixo (conteúdo exclusivo para assinantes do jornal Valor Econômico):

https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/07/02/distribuidores-de-tecnologia-estimam-alta-de-134percent-no-faturamento-em-2021.ghtml

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Seja o primeiro a comentar